Soft Skills, o que são, onde vivem e do que se alimentam?

Publicado em: 05/10/2021

Do inglês, as “soft skills”, ou seja, habilidades interpessoais, estão relacionadas com a personalidade e a maneira de se comunicar com a galera do trabalho, são habilidades comportamentais bem mais… Subjetivas!

O que são Soft Skills?
É bem comum ter dentro da equipe, pessoas incrivelmente capacitadas, inteligentes e com habilidades extraordinárias. Mas eis a questão: essas pessoas estão prontas psicológica e emocionalmente para estarem inseridas e alavancando na carreira profissional?

As Soft Skills tratam-se basicamente disso… Para se tornar um líder, não basta ter um alto QI, um currículo todo floreado, tem de ir além disso… Ser motivado e colaborativo em uma equipe, são itens que garantem o seu sucesso, a sua promoção dentro da carreira profissional!

Existe uma grande espera e expectativa dos recém-formados, do que eles têm para oferecer e muitas vezes acabam atropelando-se durante esse processo. Atropelando até mesmo sua personalidade e jeito de ser, para vivenciar uma ‘nova vida’ profissional completamente diferente do habitual.

Soft Skills VS hard Skills (Onde elas vivem?)
Um é o avesso do outro, assim como as soft skills se trata de algo muito linkado ao comportamento dos colaboradores, as hard skills são habilidades técnicas.

As hard skills são facilmente detectáveis por meio de testes online, redação, treinamentos, etc. E, durante muitos anos, essas eram as habilidades que faziam toda a diferença para a gestão! Mas algumas coisas mudaram… E agora, nem sempre ser o mais apto no viés técnico te qualifica, se você não souber lidar com suas emoções de forma correta!

Já a inteligência emocional é dificilmente mensurada, mesmo porque aquela pessoa que é mais introspectiva, terá dificuldades de se relacionar, mas por outro lado pode ser a pessoa mais resiliente do time.

Conheça as Soft Skills mais queridinhas (Do que elas se alimentam):
Algumas soft skills já fazem parte do nosso dia a dia, e outras precisamos exercitar melhor, assim como as habilidades técnicas. Dá uma conferida em algumas delas:

  • Comunicação
    Saber trocar ideias dentro de uma empresa é fundamental e tem um sentido único: a compreensão mútua! Pra:
    Bater um papo e entender a melhor forma de se comunicar com os outros colaboradores é fundamental e tem um sentido único: a compreensão mútua!
    quem sobrevive é quem se adapta melhor às condições. (crase no às, antes de condições)

    No E-learning:
    O formato e-learning permite que o usuário possa assistir várias vezes para observar comportamentos e absorver e reter informações através de conteúdos bem interativos; além de podcasts, perguntas e jogos que estão na plataforma.
  • Flexibilidade
    Ser um camaleão! Aí está o segredo para a soft skill da flexibilidade. Surgem novos desafios e você consegue se adaptar a todos eles. É basicamente a lei darwinista das borboletas escuras durante a revolução industrial: As borboletas escuras conseguiam se camuflar nos lugares contaminados pela fuligem, enquanto as borboletas mais claras eram alvo fácil das aves, dessa forma: quem sobrevive é quem se adapta melhor as condições.

    As pessoas que conseguem entender melhor esse fato e ser flexíveis a situações e condições da empresa, acabam saindo na frente.
  • Trabalhar sob pressão
    Administrar emoções durante um dia de trabalho com enormes demandas, sem ter um colapso nervoso, é uma habilidade que normalmente requer exercício, treinamento. Dificilmente, alguém já nasce preparado para isso!
    Nas grandes empresas a pressão é bem alta e as pessoas precisam saber lidar e guiar a si mesmas em relação a tensões. Sair pela tangente, respirando fundo é bem parecido com a questão de adaptar-se, mas leva bastante em consideração o psicológico em equilíbrio.

Como desenvolver as soft Skills com seus colaboradores
Tem algumas maneiras de desenvolver as soft skills dos seus colaboradores, e investir nisso é praticamente ‘sagrado’ para manter uma estabilidade reinando na empresa. Veja alguns meios:

1- E-learning
As plataformas de aprendizagem à distância permitem que os próprios colaboradores criem seu tempo de estudo em relação ao trabalho. O formato e-learning permite o usuário passa assistir várias vezes para observar comportamentos e absorver e reter informações através de conteúdos bem interativos; além de podcasts, perguntas e jogos que possui dentro desta plataforma.

2- Flexibilidade
Ser um camaleão! Aí está o segredo para a soft skill da flexibilidade. Surgem novos desafios e você consegue se adaptar a todos eles. É basicamente a lei darwinista das borboletas escuras durante a revolução industrial: As borboletas escuras conseguiam se camuflar nos lugares contaminados pela fuligem, enquanto as borboletas mais claras eram alvo fácil das aves, dessa forma: quem sobrevive é quem se adapta melhor as condições. As pessoas que conseguem entender melhor esse fato e ser flexíveis a situações e condições da empresa, acabam saindo na frente.

3- Livros
Para quem curte ler e aprende mais facilmente de forma visual, fica a dica:
O poder da simplicidade, Susanne Andrade

O livro ajuda pessoas que tem aquela paranoia de que não produzem tanto quanto deveriam a lidar melhor com esse sentimento!

Conclusão
Para se tornar um profissional completo no mercado, é preciso compreender sobre essa “completude” e o que a abrange!

Ninguém quer pessoas robotizadas dentro das empresas, mas, seres humanos com habilidades além das técnicas, que muitas vezes estão aprimoradas demais e acabam deixando a inteligência emocional esquecida no fundo do baú.

Vem ser #serhumano! Vem de #softskill!

Tags: