Uma dieta saudável faz mais bem para a saúde mental do que você imagina

Publicado em: 11/10/2021

“Você é o que você come”. Essa frase, pra lá de conhecida, resume bem a nossa relação com a comida. Só que a nossa dieta não interfere apenas no nosso corpo físico. O que comemos também influencia na nossa saúde mental.

Diversos estudos já comprovaram que determinados alimentos colaboram para que nos sintamos satisfeitos conosco, enquanto outros acabam afetando direta e negativamente o nosso psicológico.

Isso porque, de acordo com cientistas que vêm estudando o assunto, a falta – ou absorção em quantidades insuficientes – de certos nutrientes acaba intensificando a sensação de cansaço mental, elevando os níveis de estresse, tristeza e ansiedade, trazendo danos à nossa capacidade de concentração e de dormir bem.

E a pandemia fez com que esse problema só se agravasse. O delivery invadiu nossas casas, nos fazendo consumir mais alimentos ultra processados (sabe aquele hamburgão delicioso, cheio de cheddar e molho, que você pediu no fds passado? Pois bem…), industrializados, embutidos, ricos em açúcar e glúten e deixando a possibilidade de adotar uma dieta saudável e equilibrada de lado.

Para além da alta carga de trabalho, a alimentação inadequada pode ter relação com a explosão do número de queixas relacionadas à insônia ou má qualidade do sono apontadas pelos brasileiros em pesquisa realizada pela Royal Philips.

Então como manter uma dieta saudável estando em home office, com um mundo de opções de delivery na palma da mão?

A ingestão de alimentos ricos em vitaminas do complexo B, folato, ômega-3 e o triptofano, tem ligação direta com uma boa condição de saúde mental, pois estão relacionados com a produção dos hormônios da felicidade, do prazer e aqueles que nos ajudam a ter um sono de melhor qualidade, sem contar o processo de regeneração e criação de novas células nervosas.

Onde encontrá-los?
Nos mesmos alimentos que fazem bem para a saúde física:

– Frutas

– Verduras

– Legumes

– Oleaginosas (castanhas do Pará e de caju, amêndoa, amendoim, nozes, avelã…)

– Carnes magras

– Grãos integrais

– Chás (sem açúcar, claro)

E o que as empresas têm a ver com isso? Absolutamente tudo!

Já foi-se o tempo em que os colaboradores eram apenas “números” para as corporações. Cada vez mais, boas práticas em Recursos Humanos e Desenvolvimento Humano Organizacional são essenciais para atrair e reter talentos.

E isso passa pela preocupação com a alimentação, seja dentro ou fora da empresa, agora que boa parte delas está em home office e pretende continuar assim por tempo indeterminado. Além disso, uma dieta bem equilibrada, como já é sabido, reflete na produtividade e na saúde mental dos colaboradores e em benefícios para a empresa, com funcionários que apreendem melhor os conteúdos dos treinamentos e exigem menos afastamentos por motivos de saúde.

E falando em treinamento, a Happmobi desenvolveu um curso exclusivo sobre saúde mental, em que são abordadas questões relacionadas à influência da alimentação e do sono sobre o bem-estar psicológico dos colaboradores, além de boas práticas de RH em relação a tudo o que envolve saúde mental.

Vamos conhecer?